Personalidades de Guarujá e Vicente de Carvalho - Página 4  
PERSONALIDADES
Jessé Rolim é Cidadão Guarujaense
Quem frequenta a feira do rolo, aos domingos ,não tem dúvida,sabe que se encontrará com ele,lá esta em frente a Cabana ,com seu característico lenço vermelho na cabeça, não há dúvidas ,é o Capitão, no Comando do seu navio singrando os mares do mundo com suas Histórias e levando consigo seus convidados,acompanhados de uma bebida especial,uma comida típica, ao embalo de músicas que nos colocam numa viagem no espaço e tempo.

Jessé Rolim comanda a Cabana do Capitão,misto de restaurante e "embaixada do mundo".
O Capitão, como é conhecido este carioca de 54 anos,profundo conhecedor da História da Ilha de Santo Amaro,especialmente do Itapema(Distrito de Vicente de Carvalho),das coisas e fatos dos mares e seus navegantes,Jessé Rolim ,tem como tripulantes  , a esposa Elce e os filhos, Janaína, Juliano e Juliana que colaboram no comando de um dos mais pitorescos restaurantes da região e que oferece uma cozinha variada com pratos especialmentes preparados,tanto da culinária nordestina,quanto internacional, num ambiente repleto de preciosidades:jornais,revistas,discos antigos,bandeiras de diversos países,peças de artesanato,réplicas de embarcações,garrafas cheias e vazias(raridades), moedas, vitrola, panelas , camisetas de políticos, santinhos de muitas campanhas eleitorais, além de brindes, fotos e cartas que recebe de marinheiros de todos os portos do mundo.

Sua História em Vicente de carvalho ,tem início em 1952 no velho Itapema,quando seus pais José e Nívea e mais quatro irmãos, chegaram ao Distrito,quando seu pai trabalhava no arsenal da Marinha de Guerra(Ilha das Cobras,no Rio de Janeiro).Depois, o pai embarcou em um navio americano e constantemente voltava ao Itapema.

Com orgulho,Jessé fala de seus familiares:da esposa,dos filhos todos formados,da irmã Nívea,a primeira criança a ser registrada no Cartório de Vicente de Carvalho;da avó e sua mãe,sempre na cozinha preparando pratos para os marinheiros que aqui aportavam, orgulha-se também das personalidades que já recebeu na Cabana do Capitão,  políticos como Romeu Tuma; empresários, jornalistas, amigos do dia-a-dia e artistas como Adriane Galisteu e ainda Comandantes de embarcações, diplomatas e boêmios que apreciam boa comida e boa conversa.

Numa merecida e justa homenagem a quem tem raízes nesta cidade e demonstra naquilo que faz no dia a dia, Jessé Rolim é o mais novo Cidadão de Guarujá,receberá essa homenagem no dia 10 de novembro de 2000 às 20 horas em Sessão Solene da Câmara Municipal de Guarujá,numa iniciativa do Vereador Pedrinho Rodrigues do PMDB,com votação unânime dos 21 vereadores.Aqui fica nossos votos de sucesso e felicidades, o seu nome já esta inserido na História de Guarujá e Vicente de Carvalho.
Texto adaptado do Jornal 1º Hora 02/08/nov/2000/pág 20

Francisco Figueiredo - 5 vezes vereador e 3 vezes Presidente da Câmara de Guarujá
Nasceu no dia 6 de abril de 1926, em Recife, Pernambuco. Filho de José Maria Figueiredo e Ismênia da Silva.
Veio morar em Itapema em 1943 e trabalhar na Cia Wilson Sons, que tinha rebocadores e oficinas no Bairro da Bocaína, portanto morou no Itapema por 58 anos sem nunca ter se mudado daqui.

De 1943 a 1945 participou da mobilização antifacista de combate a Alemanha Nazista, Itália Facista e Japão super agressivo, criando grandes amizades em Santos e cidades vizinhas.

Assistiu em 1953 contrariado a substituição do nome de Itapema por Vicente de Carvalho, quando da criação do nosso Distrito.

Manteve-se na Cia Wilson Sons durante 30 anos, tendo uma liderança indiscutível nos rebocadores, oficinas e zona portuária de Santos com a confiança em si dos trabalhadores.

Em 1947 foi representando sindicatos marítimos a um Congresso Mundial de Sindicatos na Ástria esticando a viagem a Moscou e Lenigrado na então União Soviética. Esteve em Cuba duas vezes estudando o Socialismo de Castro.

No Itapema dois terços de seu território era formado pelo Paicará que pertencia a duas famílias:Backeuser e Proost de Souza e era controlado pela Cia CAIC.

Comandou as invasões em massa do Paicará, que foram confirmadas pelos sucessivos Prefeitos e Governadores, até as terras passarem para a Prefeitura de Guarujá e serem vendidas a preços simbólicos a seus ocupantes.
Durante essa luta criou a Sociedade Amigos do Paicará que teve o comando absoluto pela ocupação da terra. Foi eleito pela primeira vez em 1955, como primeiro suplente, assumiu a vereança em abril de 1956, por 30 dias em consequência da licença do vereador José Amieiro. Em 1959 voltaria a ser eleito pelo PL ( Partido Libertador ), com 224 votos,exercendo a vereança de 1960 a 1963, onde foi vice-presidente do legislativo. Devido sua atuação foi eleito 5 vezes vereador( e 3 vezes Presidente da Câmara de Guarujá.

Em abril de 1964 durante o período militar, quando exercia a Presidência da Câmara de Guarujá  teve os seus direitos políticos cassados, tendo passado por várias prisões.Em dezembro do mesmo ano foi reintegrado ao cargo. Posteriormente veio a renunciar  em novembro de 1965.
 1982 foi  anistiado e voltou a candidatar-se sendo o vereador mais votado até aquela época. Na ocasião foi eleito por unanimidade mais uma vez Presidente da Câmara.

Esteve em Londres e Paris onde viu a civilização e arte que fizeram da Europa o que ela é.
Em 1986 retirou-se para sua casa no Itapema, onde juntou um vasto acervo de livros e de objetos de arte popular ,colaborou com vários jornais e  escrevia uma coluna semanal para o jornal Itapemense "Primeira Hora".

Era aposentado como oficial da Marinha Mercante

Tudo que ganhou na vida empregou em livros e conhecimentos, tendo de seu só sua casa, cheia de plantas e pássaros livres que ali recebem alimentação.

Orientava as pessoas que o procuravam, e se sentia-se realizado continuando a luta pela emancipação do Itapema, sua maior aspiração.

Esportista: durante muitos anos dirigiu o Brasil A.C. ao lado de:Manolo, Maneco Guaiamum, Ratica, Waldomiro, Baiano, Mazagão, e tantos outros, levando esse legendário clube de futebol de Itapema a um número de vitórias que chegou a ser record mundial.

Faleceu em 28 de outubro de 2001, sem ver seu sonho tornar-se realidade, que era a emancipação política do subdistrito de Vicente de Carvalho. Com certeza sua luta não foi em vão.


Home   |   Página 1   |   Página 2   |   Página 3   |   Página 4   |   Página 5    |   Página 6   |   Página 7   |

http://www.guaruja1.xpg.com.br